Veja Também

Notícias

publicado em 30/06/2011

Bradesco pretende acabar com o papel

Recentes

19

DEZ

publicado 19/12/2014
Gerente da plataforma de criação e gestão de lojas virtuais do MercadoLivre orienta empreendedores sobre como incrementar os negócios na época mais importante do ano para o varejo.

15

DEZ

publicado 15/12/2014
O objetivo do programa é contribuir para a competitividade dos micro e pequenos negócios, simplificando a contratação dos serviços oferecidos pela empresa e o acesso à informação.

15

DEZ

publicado 15/12/2014
Camara-e.net prestigia cerimônia do Prêmio Nacional de Acessibilidade na Web, realizada na Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência, na capital paulista
News

O banco Bradesco possui um orçamento de R$ 4,2 bilhões este ano para área de TI. Somente com o projeto da Nova Arquitetura, serão consumidos R$ 400 milhões. Outro projeto dentro desse orçamento de TI é projeto de gestão corporativa de conteúdo. Esse projeto vem sendo conduzido já há algum tempo, e está intimamente ligado com a questão da imagem dos cheques. O banco tinha um projeto de captura de imagens de cheques já implementado, em que o cliente podia acessar o cheque que emitido e pago de sua casa, via Internet, vendo a frente e o verso do cheque, etc. Como subproduto, internamente o banco já podia fazer conferências automáticas a formalística dos cheques, isso antes da compensação por imagem. Com a chegada do projeto de compensação por imagem do Banco do Brasil, o Bradesco teve que desenvolver novas aplicações. O banco vai gerar a captura de imagem de todo e qualquer documento e vai substituir todo o armazenamento e guarda de papéis que é feito em caixas, com sistemas de manuseio, pesquisa e localização. Atendimento da rede ou em órgãos públicos que necessitam de um papel, de um documento, instrução em processos judiciais serão automatizados. “O papel vai ser dispensável no futuro. O investimento só neste projeto, é de R$ 72 milhões. Diferentemente de alguns bancos, estamos fazendo a captura na ponta, na rede de agências. E o cheque vai morrer na agência em que foi depositado”, observa VP Executivo do banco, Laércio Albino Cezar Fonte:  Executivos Financeiros

comments powered by Disqus
Nossos Associados
Associe-se

Conheça as vantagens de ser nosso associado.

Camaranet todos os direitos reservados - 2013