Veja Também

Notícias

publicado em 10/11/2014

Black Friday é a data mais expressiva do varejo online, dizem especialistas durante evento promovido pela camara-e.net

Recentes

28

SET

publicado 28/09/2017
Iniciativa da camara-e.net oferece 150 vagas a interessados em vender produtos e serviços pela internet

31

AGO

publicado 31/08/2017
Maceió (AL) recebe curso gratuito sobre como abrir uma loja virtual de sucesso

30

AGO

publicado 30/08/2017
News

No dia 5 de novembro, a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net), com o patrocínio da Braspag, promoveu o painel de debates sobre o perfil do consumidor brasileiro e a expectativa de vendas para o Black Friday deste ano, que acontece no dia 28 de novembro.

 

Cerca de 50 pessoas, além de internautas de todo o País, assistiram a palestra Turbinando o Black Friday"

Realizado na Livraria Cultura do Shopping Iguatemi, na capital paulista, o evento, que marcou o lançamento do Black Friday Legal 2014, atraiu 50 pessoas, entre varejistas, executivos e jornalistas. O debate também foi transmitido ao vivo pela internet e contou com 400 acessos.

Ludovino Lopes, presidente da camara-e.net, iniciou o painel explicando o objetivo do programa Black Friday Legal criado no ano passado para proteger uma das principais datas do e-commerce. “Com o Código de Ética, a camara-e.net propõe ao comércio eletrônico a autorregulamentação, uma tentativa de separar o trigo do joio, destacando quem tem boas práticas", afirmou Ludovino Lopes. “Para nós, o Black Friday não é apenas uma data, mas uma relação benéfica entre o setor e o consumidor”, resumiu.

  Ludovino Lopes, presidente da camara-e.net

Na sequência, Jack London, um dos fundadores da camara-e.net, falou sobre as mudanças de comportamento do e-consumidor, lembrando que em 2015 a Internet no Brasil completará duas décadas. Jack ressaltou que os níveis de crescimento do e-commerce do ponto de vista de vendas se destacaram em comparação ao varejo em geral.

Com base em dados da Braspag, ele citou que o comércio varejista de maneira geral cresceu 1,5% no Dia das Mães deste ano, enquanto o varejo virtual aumentou 31%. “Essa referência continua em todos os grandes feriados brasileiros, com estatísticas dos mais diversos setores”, declarou. Segundo ele, durante a semana que antecede ao Dia das Mães, o comércio eletrônico faturou R$ 1 bilhão, enquanto o Black Friday de 2013 faturou R$ 424 milhões em um único dia. “O Black Friday foi no ano passado o maior dia de vendas da Internet comparado com qualquer outra promoção ou feriado”, afirmou.

 

Jack London, um dos fundadores da camara-e.net e pioneiro da Internet no Brasil

Pedro Eugênio, fundador do Busca Descontos, empresa que trouxe o Black Friday para o Brasil, apresentou números que mostram a consolidação da data. Segundo ele, em 2013, foram quase 2 milhões de pedidos em um dia e o tíquete médio na data foi alto, no valor de R$ 437. “É o momento que o consumidor usa para comprar produtos de valor mais elevado”, disse. Itens como smartphones, TVs e tablets estão no topo da lista de desejos.

Alexandre Crivellaro, diretor executivo do IBOPE e-Commerce, revelou que o acesso às lojas online cresceu sete vezes na Black Friday de 2013. O Brasil é o 5º país mais conectado do mundo e 100 milhões de internautas, 80% acessam sites de comércio eletrônico. Lojas de varejo (70%), marketplace (51%) e sites de comparadores de preços (37%) são as subcategorias de acesso que se destacam. “Moda e acessórios hoje é a categoria que mais vende, representando 26% das vendas”, cita Crivellaro.

 

Gastão Mattos, CEO da Braspag

Gastão Mattos, CEO da Braspag, líder em soluções de meios de pagamento na América Latina, apresentou o fluxo de vendas durante as 24 horas do Black Friday 2013 e a projeção de vendas para 2014, conforme análise do volume de 660 mil transações registradas no ano passado. De acordo com a empresa, o pico de vendas do Black Friday deste ano deverá ser entre 16 e 17 horas do dia 28 de novembro. Já o segundo horário de maior concentração de vendas deve ocorrer ao meio-dia.

“São informações relevantes não só para o consumidor, mas também para o lojista, porque se a venda online estiver destoando muito desses horários, é sinal de que ele pode estar perdendo clientes para a concorrência”, explica Mattos.

ASSINATURA DO CÓDIGO DE ÉTICA

No final do evento, cinco varejistas assinaram simbolicamente o Código de Ética do programa Black Friday Legal, comprometendo-se com a boas práticas do comércio eletrônico, entre elas oferecer descontos reais, não acrescer o valor do desconto ao frete e deixar claro ao consumidor quais produtos estão em promoção.

Depois de assinar o Código de Ética, a empresa passa por uma análise da camara-e.net e, ao ser aprovada, recebe o selo Black Friday Legal 2014. No ano passado, 123 empresas assinaram o Código de Ética. Já este ano, até o dia do evento, 96 empresas já haviam se cadastrado no site www.camara-e.net/blackfriday.

 

(da esq. p/ dir.) Priscilla Abrantes, gerente de e-commerce da Tok&Stok; Fernanda Suganelli, representante da CNOVA, Helisson Lemos, diretor do Mercado Livre, Juliana Nicoletti, sócia da Miss Joias e Flavio Franco, diretor jurídico da Netshoes assinaram presencialmente o Código de Ética do Black Friday Legal.

 

comments powered by Disqus
Nossos
Selos
Clique Valide
Internet Segura
Detonaweb
Nossos Associados
Associe-se

Conheça as vantagens de ser nosso associado.

Câmara Brasileira da Economia Digital (camara-e.net) | CNPJ: 04.481.317/0001-48
Edifício Paulista - Av. Paulista, 2202. 7º andar. Conjunto 73, CEP 01310-300 - Consolação – São Paulo/SP
Contato: (11) 3237-1102 | E-mail: info@camara-e.net
Camaranet todos os direitos reservados - 2013